4 de outubro de 2014

Antes de votar

"O seu poder de atuação no mundo é muito pequeno. 
Você não pode ensinar uma pessoa, a não ser que ela queira aprender. 
E você não pode mudar o outro. 
O máximo que você pode fazer é ajudá-lo a mudar algo que ele deseja mudar em si mesmo" 
(Olavo de Carvalho) 

Resolvi fazer um último post antes da eleição de amanhã. 

Não vou dar maiores explicações sobre a desgraça que é o socialismo, sobre a organização criminosa que é o Foro de São Paulo, sobre o processo de implementação total do socialismo bolivariano no Brasil, sobre as mentiras que os esquerdistas contam para parecerem que são pessoas do bem e detentoras das virtudes e nem sobre a ameaça à liberdade e à democracia que tudo isso representa. 

Nesse sentido, eu acho que já fiz o suficiente para tentar conscientizar as pessoas. Existem vários textos nesse blog a quem se interessar. 

Perdi muitas horas do meu tempo tentando alertar as pessoas ao meu redor como pude. 

No entanto, se estas não estiverem dispostas a compreender a gravidade da situação, de nada adianta eu tentar fazê-las entender. 

Apenas posso desejar que tudo o que eu tenha falado esses anos todos possa ter surtido algum efeito para que estas ponham a mão na consciência e reflitam antes de votar amanhã. 

A eleição de amanhã não é só mais uma eleição. 

Ela é decisiva. 

É ela que vai definir se ainda teremos alguma chance de futuro para o Brasil. 

É ela que vai definir se ainda teremos liberdade de escolha daqui para frente. 

É ela que vai definir se ainda existiremos como uma democracia. 

Por isso, pensem racionalmente. 

Não se deixem levar pela emoção ou por outros princípios pessoais, sejam eles relativos à sua própria religião, sexualidade, raça ou o que quer que seja. 

Pensem que essa eleição é decisiva no que se refere à total implementação do socialismo no Brasil, ao total aparelhamento do Estado para servir à uma ideologia política, à venezuelização do nosso país, ao perigo iminente de entregarmos o segundo turno das eleições inteiramente nas mãos do Foro de São Paulo (representado pelas candidatas Dilma e Marina) e assim acabarmos definitivamente com a nossa democracia e com as nossas liberdades pessoais de expressão, opção sexual, religião e opinião. 

Só peço-lhes esse favor quando estiverem diante da urna amanhã: pensem com a cabeça, e não com o coração. 

Pensem por todos, e não apenas por você. 

Pensem pelo Brasil. 

Que Deus nos ajude, e que tenha misericórdia do Brasil e dos brasileiros. 

Abraços

Um comentário:

Jairo disse...

Muito bom!