23 de fevereiro de 2010

A verdade de Lula e sua ideologia

Desperte o seu senso crítico para ler esse post. Fique despido de preconceitos. Pense e questione. Abra a mente. É importante ter uma idéia bem esclarecida das coisas antes que se tome partido por alguma ideologia política.

É esse o objetivo aqui: Esclarecer a realidade e separar o que é uma grande ilusão do que é real.

Desmascarar uma farsa ideológica mostrando como ela funciona na prática.

O que são FATOS e o que o Lula prega como MILAGRE DO SEU GOVERNO.

Ele está com uma mega popularidade. As pessoas ouvem o discurso bonito dele falando em crescimento econômico, aumento do PIB, diminuição de desigualdade social (bolsa-família) e desemprego , investimento em infraestrutura (PAC) e etc. Todo mundo aplaude e acha que tá tudo uma maravilha, quando no dia-a-dia da nossa vida comum de trabalhador só vemos as coisas ficarem mais  difíceis.

Se tudo está tão bom assim como ele diz, porque nada melhora na prática no dia-a-dia da população? Só vejo todo mundo trabalhando que nem camelo, o dinheiro encolhendo a cada mês, os impostos crescendo absurdamente e o cinto se apertando cada vez mais.

Resolvi então fazer aqui uma pequena análise do que o Lula diz com o que realmente vem acontecendo nos últimos 7 anos do governo. O que o PT fala e o que realmente acontece. E se você abrir os olhos para a realidade verá que é essa a REALIDADE BRASILEIRA QUE O LULA OMITE.

Fatos do governo Lula relatados em uma análise realizada pelo Dr. Paulo Roberto de Almeida (
doutor em Ciências Sociais, diplomata, autor de vários trabalhos sobre relações internacionais e política externa do Brasil). Em vermelho são as conclusões do estudo feito pelo Dr. Paulo, e em preto os comentários do que isso significa na prática.

Crescimento lento e instável
O grande "crescimento" que o Lula tanto se vangloria de ter proporcionado ao Brasil é uma grande mentira. O país não cresceu nada por mérito do Lula, apenas foi na onda do desempenho da economia em geral ao redor do mundo. Veja o resultado:

"O crescimento médio da economia brasileira de 3,8% nos últimos cinco anos do governo Lula coloca o Brasil em 35º lugar em desempenho, em um grupo de 39 países emergentes. Neste período, o crescimento médio do conjunto foi de 5,6% ao ano (NOTEM: O CRESCIMENTO MÉDIO DOS PAÍSES  EMERGENTES FOI QUASE 2% MAIOR QUE O DO BRASIL).

Neste ranking, elaborado pela Austing Rating, o País supera apenas Guatemala, México, El Salvador e Haiti. (Fonte: O Estado de São Paulo)

Agora a pergunta: um governo que promove um crescimento do país superior apenas aos miseráveis como Haiti e Guatemala está realmente vivendo um milagre econômico?

Isso é para quem acha que o Brasil está crescendo a passos largos perceber que o crescimento ínfimo do Brasil no período Lula não passou de um mero acaso da economia mundial em geral, quando comparado ao crescimento real de outros países emergentes.

Setores ainda oligopolizados e tarifas públicas pressionam o preços e aumentam as despesas dos consumidores
Reforço das estatais empobrecendo a população. Aumento de preços de serviços básicos e tributos absurdamente altos. Tática comunista de fortalecimento de empresas estatais em detrimento da riqueza da população em geral.

Diferentes focos de pressão por novos gastos, sobretudo previdenciários e salários do funcionalismo
O Lula luta pelo bem estar dos "cupanhêros" e não da sociedade. Ou seja, seus esforços em gastos do dinheiro público (além da corrupção mensaleira que todo mundo já sabe) é direcionado única e exclusivamente para enriquecer a cúpula petista.

Gastam menos na previdência social (que está falida) e aumentam os salários dos "cupanhêros", além de criar milhares de cargos comissionados na alta cúpula do executivo, montando um gigantesco cabide de emprego, com aumento de 140% do salário dos cargos de confiança nomeados por ele. (Fonte: Revista Veja)


E tem mais uma comprovação do descaso e da falta de vergonha na cara: saiu o plano de governo Dilma, com 25 páginas de blablablá demagógico, e apenas esse mísero comentário sobre a previdência e os aposentados: Intensificação dos esforços para ampliar a inclusão previdenciária e o fortalecimento do trabalho formal, dando prosseguimento à desburocratização, à melhoria do atendimento aos aposentados e pensionistas e ao reforço da previdência pública. Ou seja, o programa de governo chavista de Dilma Rousseff prega a total displicência e o mais completo descaso em relação aos aposentados. Aposentados não são tema relevante. Não são prioridade. Não existe nenhuma diretriz no plano de governo da candidata petista direcionada à previdência.

Câmbio excessivamente valorizado, baixo comprometimento com novos acordos de liberalização
Dificultando a exportação de produtos brasileiros e acordos de comércio e negócios internacionais.

Baixa poupança e manutenção de níveis irrisórios de investimento público 
Níveis IRRISÓRIOS de investimento público. Mais uma comprovação da fachada do tal PAC. E como já disse anteriormente, o que se investe lá tá sendo desviado aos montes (de 99 obras do PAC analisadas pelo tribunal de Contas da União, 34 apresentaram irregularidades como superfaturamento, desvio de verbas, ausência ou irregularidade de licitações).(Fonte: Site do Tribunal de Contas da União e Jornal O Globo).

Obstáculos significativos à instalação de novos negócios; ambiente burocratizado
O que seria uma alavanca para geração de renda e emprego, transforma-se nessa política comunista de Lula que promove entraves ao crescimento econômico através da burocratização do setor privado, dificultando a real criação de novos empregos formais com melhores salários.


Diminuição moderada do desemprego, aumento da informalidade e da precariedade laboral 

Diminuição "moderada" do desemprego já indica que a maravilha que Lula prega também não é bem assim.

O número de empregos realmente aumentou, reduzindo as taxas de desemprego, mas assim como o tal "crescimento milagroso da economia" é um benefício bem ilusório.


As ofertas que aumentaram tratam-se em sua grande maioria de empregos não especializados  e consequentemente com um salário ínfimo. Ou seja, não foi tão milagroso assim como ele diz.

Mas o pior é o
AUMENTO DA INFORMALIDADE, que em resumo significa que temos mais camelôs, mais limpadores de vidro nos semáforos e mais guardadores de carro nas ruas colaborando para a diminuição nos índices de desemprego.

Precariedade laboral nada mais é do que o aumento de trabalho desqualificado e mal remunerado (aumentou vaga de emprego, mas o  salário é uma merda, criadas para um profissional cada vez mais sem preparo). É essa a verdade da diminuição do desemprego lulista.

Temores remanescentes inviabilizaram maiores níveis de investimento privado 

A falta de credibilidade e instabilidade das ações do governo impedem maiores investimentos privados no país.

Burocracia e regulacionismo excessivos para a criação e o fechamento de empresas; ambiente negativo para os negócios
Mais uma vez, uma política econômica que entrava o desenvolvimento de empregos e da economia do país.

Esquemas assistencialistas não incidem sobre a capacitação de mão-de-obra e não aferem condicionalidades (saúde e escola)
Ou seja, tiram o dinheiro de quem trabalha para dar para alguém que não precisa fazer absolutamente nada para receber.

Para quem não sabe, a grande "obra" eleitoteira de Lula, o bolsa-família, foi só um nome bonitinho que o Lula colocou na união de 3 benefícios assistenciais criados pelo governo Fernando Henrique Cardoso (bolsa escola, vale-gás e carta alimentação).

No entanto, na era FHC, o programa era condicionado ao número de filhos (no máximo 3) e que estivessem regularmente matriculados e frequentando a escola. Uma iniciativa louvável para auxiliar os mais pobres.

Lula, entretanto, simplesmente uniu os 3 benefícios, disse que foi "obra de Lula" e ainda tirou a condicionalidade para recebê-lo. (como  podemos ver o que foi publicado no programa de governo da Dilma a seguir: "transição do Bolsa família para a Renda Básica de Cidadania (RBC), INCONDICIONAL, como um direito de todos participarem da RIQUEZA DA NAÇÃO conforme prevista na Lei 10.853/2004, de iniciativa do PT, aprovada por todos os partidos no Congresso Nacional e sancionada pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 8 de janeiro de 2004").

Sabe o que isso significa? Que a classe média paga 40% de sua renda anual em impostos para que sejam investidos no desenvolvimento do país, em saúde, educação, segurança pública, infra-estrutura e etc. e no final das contas não recebe nada disso em troca porque o governo repassa esse dinheiro para uma pessoa mais pobre sem que essa tenha que fazer ABSOLUTAMENTE NADA.

Com isso, a classe média trabalhadora ainda tem que pagar pelos serviços todos que deveriam ser gratuitos e de qualidade (escola particular, plano de saúde, segurança privada e etc.) porque não existe nenhum investimento do governo para realmente melhorar o país e as condições de toda a população, senão uma política populista de "dar dinheiro em troca de voto".

É a esmola do governo paga com o suor do rosto do trabalhador. Em resumo: com essa política só levam vantagem os ricos que são tão ricos que não precisam se preocupar com dinheiro algum, ou os "cupanhêro" que  recebem cargo, benefícios e salários gigantescos e continuam no poder com estratégias populistas, ou os miseráveis que ganham dinheiro do governo.

"Se isso não se aplica, quem ajuda os mais pobres?" você pode pensar. "Isso é pensamento burguês!". Continue lendo, que logo mais você vai entender a beleza da ideologia política comunista de Lula impactando nas diferenças sociais NO SENTIDO PURO E ABSOLUTAMENTE PRÁTICO DA COISA.

Resumindo: se você é um real trabalhador do país da classe média você só vai ser FODIDO por esse governo. E eles ainda têm coragem de se auto-intitular "partido dos trabalhadores".



Concentração de renda e riqueza mantidas inalteradas; falta de foco na infância
E olhe só, a realidade da "idéia" quando colocada em "prática". O fato do dinheiro dos trabalhadores pagadores de impostos ser dado sem cerimônia aos mais pobres não altera EM NADA as diferenças sociais.

O Lula diz que com o Bolsa-Família o número de pessoas consideradas miseráveis diminuiu, certo? E porque então os índices de desigualdade social e de riqueza da população não melhoraram?

Simplesmente porque se você tira de quem não tem tanto assim (classe média trabalhadora) e entrega para os que não têm nada (miseráveis) você promove uma igualdade social ilusória, onde todo mundo se iguala na POBREZA. Os pobres continuam muito pobres, os "cupanhêros" ricos continuam muito ricos, mas os médios deixam de ser médios e ficam mais pobres.

ESSE É O PRINCÍPIO BÁSICO DO COMUNISMO!  O COMUNISTA DESEJA AQUILO QUE ELE PREGA (IGUALDADE SOCIAL) PARA OS OUTROS, MAS NÃO PARA SI MESMO.

Não é a toa que os "cupanhêros" de comunismo e o próprio Lula engordam cada vez mais os bolsos e inflam a folha de pagamento da cúpula do executivo aumentando salários absurdamente e criando monte de cargos "de confiança" que pagam fortunas.

Se ainda não está convencido de que a política esquerdista comunista de Lula é bonita só no papel, e o objetivo de promover "igualdade social" distribuindo dinheiro dos outros  é a maior furada do universo, analise esse número: pegue toda a riqueza produzida no país em um ano e divida pela população. Segundo o IBGE isso dá uma renda de cerca de
500 reais por mês. 

Você consegue pagar todas as contas da casa com 500 reais? Alguém, por mais pobre que seja, seria rico com 500 reais por mês? Iguala ou não todo mundo na linha da pobreza? Todo mundo recebendo UM SALÁRIO MÍNIMO realmente melhoraria a vida de alguém?

Pode até ser uma boa para o pedinte, o vagabundo, o miserável. Mas acaba de vez com a grande classe trabalhadora que produz a riqueza de um país, que vai sustentar todo mundo e continuar para sempre lutando sem sair do lugar. Porque é claro que vai sair do bolso do trabalhador. Do SEU bolso.

Entenda bem isso: O DITADOR E SEUS ASSESSORES COMUNISTAS CONVENCEM OS TRABALHADORES DE QUE A IDEOLOGIA DELES É A SOLUÇÃO PARA QUE TODOS MELHOREM DE VIDA. NO ENTANTO, OS MESMOS DITADORES SÃO IMUNES À SUA PRÓPRIA POLÍTICA COMUNISTA, POIS VÃO CONTINUAR ENRIQUECENDO ÀS SUAS CUSTAS, ENQUANTO VOCÊ, TRABALHADOR HONESTO,  VAI CONTINUAR EMPOBRECENDO AINDA MAIS, ÀS CUSTAS DOS MAIS POBRES QUE RECEBERÃO BENEFÍCIO EM DINHEIRO DO GOVERNO, PAGO COM OS SEUS IMPOSTOS, CADA VEZ MAIS ALTOS.


NO FINAL DAS CONTAS, O TRABALHADOR PAGA O SALÁRIO DO POBRE, ENCHE O BOLSO DO DITADOR COMUNISTA E SEUS ASSESSORES  DE DINHEIRO, PRODUZIDO COM TRABALHO ÁRDUO, E TOMA NO CÚ NO FINAL, POIS NUNCA VAI CONSEGUIR SAIR DO LUGAR POIS ESTÁ SUSTENTANDO TODO MUNDO.

É essa a política do Lula, e que virá mais intensificada no governo Dilma. Se você é um simples trabalhador lutando para melhorar de vida vá se preparando para a desilusão.

E tem outra: repare nos países com menos desigualdade social e mais ricos do mundo. NADA DE ESQUERDISMO COMUNISTA, pois o comunismo não passa de uma idéia antiquada que  tem como princípio a "igualdade social", que é muito bonita na teoria, mas que não dá certo na prática. 


Não é à toa que foi ignorada pelos países que quiseram progredir e que atualmente estão entre as grandes potências mundiais devido ao abandono total da tal ideologia "conto da carochinha".

Se quer saber, na maior potência econômica atual que são os EUA, os partidos esquerdistas  estão no ostracismo desde o século XIX porque ninguém quer votar neles. O governo vem desde então se alternando entre Republicanos e Democratas. Um é a direita conservadora e outro a direita liberal.

E porque isso? Porque os caras são espertos e querem continuar enriquecendo  o país, enriquecendo toda a população através da política econômica e diminuindo as diferenças socias através da geração de empregos e do trabalho, ano após ano, entrando e saindo crise. Porque o método é eficaz.

Para você ver que, na prática, a teoria é outra. E a teoria do comunismo na prática é a maior roubada para todo mundo.

Só quem é cego pela ideologia do "mundo ideal" que não existe e nem nunca vai existir  na vida real é que não enxerga isso.

E qualquer um que parar pra pensar e refletir com bom senso, sem se deixar levar  pela "paixão ideológica", vai acabar descobrindo que é verdade. Exatamente o meu caso, se querem saber.

 
Mau funcionamento do Estado, criação de estatais, ineficiências administrativas
Mensalão, um bando de incompetentes demagogos sem experiência alguma em administração pública, acordos da PDVSA da Venezuela com a Petrobrás que só é vantajoso pro "cupanhêro" Chavez, já que esse não investe em nada e só o Brasil investe no tal acordo (superfaturado por sinal),
criação de oligopólios estatais para concentrar mais riqueza no Estado e menos na população, além de milhares de etceteras.

Tentativas de enquadramento de atividades culturais e jornalísticas
Ou seja, CENSURA, com todas as letras. É a política de Fidel Castro. É a política de Hugo Chavez.

Aliás, pra quem não sabe, o Estadão é um dos que está sob censura, decretada arbitrariamente por um juiz "cupanhêro" do governo do PT.

Por isso o jornal se bandeou pro lado dos petistas fazendo propaganda política da Dilma. nos últimos tempos. A imprensa brasileira já não é mais livre.


Falta de meios efetivos à disposição das políticas pretendidas; retórica ainda supera as realizações efetivas.
Traduzindo: O governo Lula é SÓ FALATÓRIO. Nunca teve um plano de ação estruturado e supervaloriza a mediocridade dos resultados obtidos por mero acaso.

É a demagogia e o populismo em benefício única e exclusivamente PRÓPRIOS E DA "CUPANHÊRADA" COMUNISTA DITADORA, não só no  Brasil como em Cuba, Venezuela e etc.

 

É essa a verdade do Governo Lula. É essa a hipocrisia comunista que prega "igualdade social". É essa a MENTIRADA do PT.

NÃO SE ILUDA.


DIGA NÃO À DILMALDITA!

É nossa responsabilidade como cidadão alertar as pessoas do engodo a que estão sendo submetidas, sem perceber como estão sendo prejudicadas pelo discurso mentiroso e enganoso do Lula. 

4 comentários:

Paulo R. de Almeida disse...

Muito bem, voce fez um artigo, acrescentando comentarios inteligentes a algumas poucas frasess minhas que voce pinçou em algum trabalho que agora não consigo localizar.
Talvez voce pudesse indicar aos leitores a fonte de onde voce retirou aquelas frases.
Meus parabens pelo seu excelente blog, bem organizado e bonito...
Paulo Roberto de Almeida

Paulo R. de Almeida disse...

Milene, quem é este cidadão que está postando como se fosse eu?

Anônimo disse...

Como acreditar nos fatos se o autor dos comentários está questionando sua veracidade?

Milene Reis disse...

Anônimo

A verdade é que deixei ambos os comentários para provar que a baixaria dos petistas não tem limite.

Quando fiz essa postagem, também publiquei o texto numa comunidade de debate político no Orkut, e um petralha sem escrúpulos queria de todas as formas saber onde eu tinha pegado o texto para ficar desvirtuando o assunto (como sempre fazem em qualquer debate antes de começarem a te xingar, pois nunca têm argumentos para sustentar seus discursos furados) e recusei-me terminantemente a informar onde estava o texto para tentar manter o foco da discussão no objetivo, mandando que ele fosse procurá-lo, pois estava disponível na internet a qualquer pessoa.

E esse mesmo petralha entrou no meu blog e publicou esse comentário, através do perfil do próprio autor do texto, para conseguir tal informação minha.

E o segundo comentário foi feito só pra desmascarar o petralha farsante, mostrando como é simples fazer um post usando o perfil de outra pessoa.

Ou você acha mesmo que o tal Paulo R. de Almeida não saberia onde estaria o próprio artigo? Melhor ainda, acha mesmo que sou tão ilustre assim para que ele viesse pessoalmente, e imediatamente após a discussão com o petralha, fazer um post no meu blog?

Abs